Comportamento

Dicas para tratar as doenças felinas mais comuns

A gente odeia ver gatinho doente. E por isso juntamos algumas dicas* para você que tem um gatinho que possui algumas dessas doenças, para que o tratamento seja eficaz e seu gatinho recupere logo a sua saúde de volta.

*ATENÇÃO: para seguir estes passos, você deverá ter levado seu gatinho a uma consulta veterinária com um especialista que irá realizar o diagnóstico e dizer o que é que o seu gatinho tem. 

Dado o recado, vamos às dicas.

RINOTRAQUEÍTE (a gripe felina):

A rinotraqueíte é uma doença viral e não é uma zoonose, portanto não passa para seres humanos. Se não tratado pode levar a morte.

1. É recomendado que o gato fique isolado, principalmente de gatos que ainda não foram vacinados.

2. O vírus normalmente dura 24-48h no ambiente, então basta limpar normalmente o ambiente onde o gato está.

3. Sinais da gripe felina que você pode notar: espirros, secreção ocular, dificuldade respiratória.

4. Leve o seu gatinho correndo em um veterinário especialista em felinos, pq ele vai saber exatamente qual medicação dar, quantidade e eficiência de cada remédio (em estado avançado entra-se com antibiótico para tratar doenças secundárias que surgem com a gripe felina).

5. Dar o remédio no horário informado pela veterinária (geralmente é de 12h em 12h) até o final do tratamento (mínimo de 21 dias), mesmo se houver melhora antes.

6. Se possível, dar suplemento de Lisina diariamente (indicado Lysin Cat da organact).

Nós tratamos nossos gatinhos com antibiótico e você pode dar uma lida nesses artigos. Nunca medique seu gatinho sozinho e muitas vezes é necessário manipular o remédio para dar a dose exata.

Fonte: UNICRUZ – RINOTRAQUEITE; Affinite – PETCARE

😷FUNGO:

Se o gato estava no ambiente antes do diagnóstico, é importante limpar muito bem, e lavar materiais como camas, brinquedos, bichos de pelúcia. O ideal é que o gato não fique em contato com outros gatos durante o tratamento.

Related image

SINAIS QUE MEU GATO ESTÁ COM FUNGO:
1. Falhas nos pêlos
2. Crostas de pêlos ou casquinhas
3. Descamação da pele

LIMPEZA:
1. Limpar diariamente o ambiente com aspirador de pó
2. Lavar o local com detergente ou produtos como Hysteril/lisoform
3. Lave bem as mãos após a limpeza ou contato com o gato e passe álcool nas pernas e braços onde você teve contato com ele.

TRATAMENTO TÓPICO:
1. Após ir ao veterinário (especialista em felinos tá) você vai precisar medicar ele diariamente com um comprimido antifúngico (tem em farmácia humana tb)

Opções de tratamento 1: Spray aerosol Micolityc (comprar em farmácias veterinárias e petshop) – diariamente passe o aerosol no gatinho pelo corpo inteiro. Comece pela barriga e patas: segure o gatinho pelo cangote (como as mãezinhas fazem – não machuca, não se preocupe) e vire o gatinho de barriga pra cima – passe em tudo.
Agora nas costas e rabinho: continue segurando o gatinho pelo cangote e passe o aerosol.
Na face (orelhas, boquinha, olhos, pescoço) nesse momento geralmente os gatinhos morrem do coração, então aplique o aerosol em um pano e passe rapidamente antes que seque.
– se você tentou da primeira vez e seu gato quase morreu do coração, passe no pano e rapidamente passe pelo corpo.
Não esquece de dar um agradinho pra ele tá.

Opções de tratamento 2: shampoo de cetoconazol a 2% (comprar em farmácias normais) com algodão no local com fungo, deixar agir por 10 minutos e retirar com algodão ou pano úmido. Só dê banho no gato por inteiro se tiver mais pontos de fungo espalhados. Mas você precisa secar muito bem o gatinho!
Se você não sabe dar banho em gatinhos, veja aqui nesse tutorial aqui.

Importante: o fungo dos gatos é uma zoonose, isso significa que você pode pegar também! Normalmente as lesões aparecem como pontos vermelhos e branco que coçam bastante.

💩GIARDÍASE:

Related image
COMO SEI QUE MEU GATINHO ESTÁ COM GIÁRDIA?
1. Fezes fedidas
2. Pode haver muco e restinho de sangue
3. Consistência mole

VOCÊ PRECISA:
1. Correr no veterinário que te indicará um vermífugo específico para giárdia, como o Giardicid.

2. Prover água filtrada para o gato.

3. Se possível, dar probiótico.

4. Dar o remédio no horário informado pela veterinária (geralmente é de 12h em 12h) até o final do tratamento (10dias), mesmo se a diarreia melhorar antes.

LIMPEZA (SUPER IMPORTANTE SE Ñ ELE SE RECONTAMINA):

1. Caixas de areia: colocar pouca areia e trocar diariamente todo o conteúdo. Para desinfecção da caixa: retirar toda a matéria orgânica antes, aplicar produto desinfectante puro (Hysteril, lysoform, amônia quaternária hospitalar – água sanitária não funciona!) e deixar agir por no mínimo 10 minutos. Passar água, secar e colocar pouca areia novamente. O resíduo da areia deve ser descartado em lixo, não pode ser descartado no vaso sanitário, nem compostado! Após a limpeza, lavar bem as mãos.

2. Desinfectar o ambiente onde o gato está diariamente com produto desinfectante puro (Hysteril, lysoform, amônia quaternária hospitalar – água sanitária não funciona!). O local deve ficar sempre bem seco, pois a giárdia gosta de locais úmidos.

3. O ideal é que o gato não fique em contato com outros gatos durante o tratamento.

4. A Giárdia é uma zoonose, ou seja, pode passar para o ser humano! Não esqueça que você e os outros moradores da casa estarão em contato com a giárdia, portanto, se houver algum episódio de diarreia de difícil controle, busque atendimento médico e informe que tem gato com giárdia sendo tratado na sua casa. Faça uso de vermífugo periodicamente.

ACNE FELINA:

SINAIS DA ACNE FELINA.
1. Ficam pontinhos e feridas no queixo do seu gatinho.
2. Você limpa e sempre volta
3. Ele pode coçar bastante

COMO CUIDAR:
1. Passar sabonete Protex ou clorexidina (antisséptico) no queixo. O sabonete dá para passar com algodão e depois retirar com água morna.

2. Se possível, dar probiótico.
Se tiver secreção amarela, pode ter infecção secundária junto e precisa ser avaliado pela veterinária.

3. E use sempre potinhos de cerâmica, ou vidro. O plástico pode causar acne felina.

✨DICAS DAS TIAS:

1. Quando for ao veterinário procure sempre um especialista em felinos.
2. Quando ele for passar a medicação, pergunte: Manipulado é mais barato? Tem substituto de farmácia humana? Muitas vezes remédios de farmácia humana podem ajudar o seu gatinho a melhorar.
3. Use vermífugo regularmente nos humanos da casa

Não pare por aí, você pode gostar de ler sobre ...